Um Pacto com o Diabo?

(1 voto, média de 5.00 em 5)

 

 

Chegou  calma  para  assumir  sua  nova  atividade. Era a primeira noite de trabalho.

Estava  feliz.  Salário  relativamente  alto.   Poderia  ser  algo  estranho,  o  simples

fato de não haver nenhum candidato concorrente, mas ela encarou tudo de maneira

normal  e  foi  à  luta.  Conquistou  a  vaga.  Sua  tarefa  era cuidar do necrotério do

hospital,  recepcionar  as  famílias  dos  mortos  e  manter  o  local  limpo  e

higienizado. Na ala em que iria atuar havia muito trabalho. Uma média de quatro

óbitos diários, quando tinha pouco serviço.

No momento da integração, Isaura, enfermeira chefe, chamou Nair, a nova

funcionária para mostrar as salas onde exerceria suas atividades. Em seguida

apresentou as colegas de trabalho. Nair mantinha-se tranqüila, porém sentia nos

rostos das novas amigas, o pavor de todas ao se aproximarem daquele espaço. Após

cinco minutos de conversa, Isaura saiu rapidamente e Nair iniciou seu trabalho.

Preparou seis cadáveres e deixou tudo limpo para o turno do dia.

Durante a noite, enquanto trabalhava, alguém chegou. Nair recebeu. – Boa noite.

– Não houve resposta. Apenas um olhar triste. Ao lado, uma voz pergunta: – onde

estou? – Nair abaixou a cabeça e fez uma oração. Depois, mentalmente respondeu:

– Amigos, vejo a todos. Não há motivo pra medo. Estou aqui pra cuidar de quem

está de volta à pátria espiritual. Muito prazer. Sou Nair. Amo vocês. – Naquele

instante, a paz se fez presente no rosto de cada ser “invisível”. Nair foi bem

recebida. Conhecia o outro lado e sabia interagir com ele. Medo e pavor ficaram

nos corredores, do lado de fora. Pra ela, o novo trabalho era uma missão... Aos

incrédulos... Um pacto com o diabo.

Você está aqui: Contos Terror Um Pacto com o Diabo?