Antologia A Irmandade

(1 voto, média de 5.00 em 5)

Você certamente já se perguntou por que o terror provoca tamanho enlevo sobre o ser humano. Algo que nos faz sentir medo e frio no estômago. Que não nos deixa dormir à noite e nos provoca pesadelos, entre tantas outras sensações.

 A verdade é que nós, mortais, somos fascinados pelo desconhecido, pelo irreal. Algo que supostamente pode vir nos assaltar numa noite escura, ou após dobrarmos  a esquina de uma rua deserta. Aquela olhadela para trás após passarmos  sozinhos em frente aos portões do cemitério da cidade, ou mesmo a confirmação,  pelo espelho retrovisor, de que realmente estamos sozinhos no carro  enquanto dirigimos numa estrada escura e erma.

 No fundo, essas sensações nos arrebatam, pois, por mais que sintamos medo, o tal perigo iminente que nos aguarda não se confirma, e acabamos nos sentindo aliviados por estarmos em segurança novamente.

 A literatura de terror tem seus mestres, como bem conhecemos: Poe, Lovecrat, Blatty, Blackwood, King, Straub, entre tantos outros. O encanto que estes escritores nos proporcionam também faz com que nos aventuremos a criar nossas histórias e personagens em universos sombrios e mórbidos.

 Os contos de terror que compõem este livro têm exatamente a intenção de fazê-lo sentir medo. Olhar por cima do ombro enquanto muda de página; cobrir o pescoço na hora de dormir; deixar a luz do abajur acesa até pegar no sono; sentir um arrepio na espinha quando o vento assoviar lá fora, trazendo uma ameaçadora trilha sonora para sua leitura.

 Aqui você ingressará em cenários lúgubres e malévolos, quando a impressão de ter visto uma sombra movendo-se lentamente atrás da janela, poderá, realmente, ser aquilo que você imagina. Assombrações, vampiros, almas penadas, lobisomens, fantasmas, demônios e até a própria morte serão seus guias nessas histórias. Siga-os e talvez você não retorne para recomendar – ou não – este livro para os amigos.

 Organizar esta coletânea de contos de terror me fez ter a certeza de que não se trata apenas de uma reunião entre amigos, mas sim da compilação de grandes obras de talentosos escritores que, muito em breve, terão seu devido reconhecimento nos entremeios da Litfan nacional contemporânea. Esta é apenas uma pequena amostra.

 Agora, abra a porta deste lúgubre e antigo castelo onde A Irmandade se reúne, e reze para encontrar o caminho de volta em segurança.

Comentários   

#1 Marcos » 02-03-2014 15:03

muito bom parabenizo todos do livro. :-)
+1 +−

Marcos

Você está aqui: Dicas de leitura Contos Antologia A Irmandade