Resenha: Véra – Villiers de L’Iisle-Adam

(2 votos, média de 5.00 em 5)

 

Curiosidades:

O autor foi o criador de um subgênero da literatura macabra que ficou conhecido como Conte Cruel, definição derivada de sua primeira e agora clássica coletânea Contes Cruels, datada de 1883.

Véra guarda forte semelhança com o conto Ligeia do Edgar Allan Poe, reconhecidamente a maior influência do autor com o Charles Baudelaire.

 

Sinopse:

Aristocrata francês perde a esposa e cai em profunda melancolia ao visitá-la uma última vez no mausoléu da família.

Ao retornar à mansão, é tragado lentamente pela ilusão de sua presença e fantasia sua rotina como se ela estivesse viva. Posteriormente sua aura se faz gradualmente mais intensa e presente.

 

Crítica:

O amor é mais forte que a morte... Pela força destas palavras, o leitor é arremessado para o universo de tristeza, dor e profunda melancolia desta clássica fantasia onírico-decadente.

A morta amada que retorna da tumba é um dos temas clássicos do simbolismo e decadentismo francês, e ainda que o século XIX nos ofereça alguns exemplos primorosos de temas românticos e poeanos, aqui eles atingem seu ápice justamente pelo grau de delicadeza do tratamento e finura psicológica. A tensão entre o real e irreal é conduzida com um comedimento e maestria que só um perfeccionista patológico seria capaz.

Villiers não é apenas um grande contador de estórias, mas acima de tudo um esteta caprichoso e obsessivo, um artesão cujas tapeçarias narrativas encantam não apenas pelo cuidado e atenção com que são tecidas, mas também pela força poética com que nos atingem.

Profundamente romântico sem ser piegas; dramático sem cair no melodrama e decadente sem os excessos do movimento, Véra é sua obra máxima.

Nota: 10

Comentários   

#3 Esperanza20Herman » 18-03-2013 03:14

Set your own life easier take the business loans and all you want.
0 +−

Esperanza20Herman

#2 Ramon Bacelar » 18-07-2011 12:16

Rapaz, não sei não. O li naquela edição da Iluminuras.
Não sei se é do seu interesse, mas já vi esse livro baratinho no site da estante virtual.
Abs!
0 +−

Ramon Bacelar

#1 Luciano Barreto » 18-07-2011 11:43

Ramon, acha-se esse conto em português na Internet?

Sou fã de Villiers.
0 +−

Luciano Barreto

Você está aqui: Resenhas Contos Resenha: Véra – Villiers de L’Iisle-Adam