Resenha: Colheita Maldita

(3 votos, média de 5.00 em 5)

 

Definitivamente, é mesmo muito difícil que um filme com roteiro baseado em livros venha a me convencer. Um dos poucos que conseguiram este feito, foi a trilogia: “O Senhor dos Anéis”. Não obstante, foi necessário três filmes com quase nove horas de tempo total nas telonas. Obviamente, o custo para um projeto como este é absurdo, ainda que, no caso específico da obra de Tolkien, o êxito do filme tenha valido a pena.

 Colheita Maldita” foi baseado no conto “As Crianças do Milharal”, do mestre do terror, Stephen King, presente no livro, “Sombras da Noite”.

Da mesma forma que transformar um romance literário em filme, normalmente faz aqueles que leram o livro torcerem o nariz, a dificuldade em roteirizar um conto de pouco mais de vinte páginas em um filme de uma hora e meia é uma tarefa árdua.

O filme que na década de oitenta foi elevado ao status de clássico do terror, tendo inclusive várias malfadadas sequências, não faz jus a essa fama.


Um casal viaja pelo interior dos EUA e em determinado momento atropela um garoto. Burt (Peter Horton), o motorista, descobre rapidamente que o acidente não foi o responsável pela morte do garoto, pois este estava com a garganta cortada quando Burt o examina. Sua esposa, Vicky (Linda Hamilton) tenta convencê-lo a seguir viagem, mas Burt quer entender o que está por trás da violenta morte do garoto. Após ser alertado por um velho ocupante de um posto de gasolina abandonado para que não fosse para a cidade mais próxima, Gatlin, o casal tenta seguir o conselho do velho, mas acaba por encontrar a misteriosa cidade cercada por milharais por todos os lados.

Em Gatlin, anos antes, um grande grupo de crianças mata todos os adultos da cidade, seguindo as ordens de um garoto pregador, Isaac (John Franklin). Isaac prega em nome de uma sombria criatura denominada, “Aquele que caminha por trás do milharal”.

Assim que o casal adentra à cidade abandonada a fim de entender o motivo da morte do garoto degolado, percebe que terá poucas chances de sair de lá com vida.

Como grande parte dos filmes de baixo orçamento da década de oitenta, “Colheita Maldita” peca não só pela falta de recursos, mas pela perda de elementos primordiais da obra de King.

Realmente é difícil entender porque o filme ganhou a alcunha de clássico dos filmes de terror, talvez seja por trazer a grife de King. Mas se você, assim como eu, é um fã do mestre do terror, até que o filme vale a pena ser visto, nem que seja por mera curiosidade.

 

Ficha Técnica:

título original: Children of the Corn

gênero:Terror

duração:1 hr 33 min

ano de lançamento: 1984

estúdio: Angeles / Cinema Group / Gatlin / Roach / Inverness

distribuidora: New World Pictures

direção: Fritz Kiersch

roteiro: George Goldsmith, baseado em estória de Stephen King

produção: Donald P. Borchers e Terence Kirby

música: Jonathan Elias

fotografia: Raoul Lomas

figurino: Barbara Scott

edição: Harry Keramidas

efeitos especiais: Makeup & Effects Laboratories Inc.

 

Elenco:

  • Linda Hamilton (Vicky)
  • Peter Horton (Burton)
  • R.G. Armstrong (Diehl)
  • John Franklin (Isaac Chroner)
  • Courtney Gains (Malachai)
  • Robby Kiger (Job)
  • Anne Marie McEvory (Sarah)
  • Julie Maddalena (Rachel)
  • Jonas Marlowe (Joseph)
  • John Philbin (Richard "Amos" Deigan)
  • David Cowen (Pai)
  • Suzy Southam (Mãe)
Comentários   

#4 Emerson Pimenta » 14-12-2011 00:39

Bom, Eu passava longe desse filme na locadora hehe, hoje assisto numa boa.

Linda Hamilton é F*, já foi mãe do John Connor, do Chuck (seriado) é a top das tias tbm!

Agora não reclamem, vcs já viram o remake? ¬¬ Putz, pra assistir a briga de casal a gente assisti casos de familia né, Kd o terror? A única coisa que presta é q protagonista gatinha que parece a rihanna hehehe
+1 +−

Emerson Pimenta

#3 Thasyel Fall » 02-08-2011 06:47

Bem, se permitem eu posso dizer alguns aspectos que fogem da obra, bem, no conto não há o suposto cara que os indica pra não ir a cidade (como já citado acima), e as crianças não estão mortas, e você não vê a criatura, um dos pontos fortes de King na minha opinião, nem sempre se mostra o monstro... e bem, claro, no conto o casal (que não é um casal de namorados, e sim, marido e mulher, que vivem brigando) morre na cidade, e as crianças continuam matando.

E também as crianças matam qualquer um que complete 19 anos, é interessante no conto que o menino (Isaac) diz que aquele que caminha por trás das fileiras decidiu diminuir a idade para a maior idade, sendo assim morreram aqueles que completarem 18anos... e, ah, o milharal não é vivo no conto... mas eu francamente adoro o filme, hehehe...

Acho que é isso, deve ter mais algum detalhe, mas faz tempo que não vejo o filme... XD

OBS: Outro filme que foge alguns detalhes é o Nevoeiro...
0 +−

Thasyel Fall

#2 Flávio de Souza » 25-07-2011 22:14

Cara, eu costumo analisar os filmes baseados na obra do Mestre como se fossem algo à parte, visto que é muito difícil reproduzir nas telas a qualidade dos livros. De qualquer forma, temos muitos filmes ruins, independente do conteúdo original de SK, da mesma forma que temos filmes bons, outra vez tendo a obra literária à parte. Na minha opinião, Colheita Maldita é um bom filme de terror, eu gosto muito. O atores que representam Isaac e Malachai conseguem transmitir toda a tensão que se espera de seus respectivos papéis. Até hoje fico assustado com a cara do jovem pregador. Ah, a Linda também dá um show.
Outro filme que gosto muito é Voo Noturno, o que é baseado num conto de Pesadelos e Paisagens Noturnas, o do vampiro-piloto. Recomendo muito!
Valeu, Linão!
0 +−

Flávio de Souza

#1 Luiz Poleto » 25-07-2011 20:19

Lino,

Diz pra gente os pedaços em que o filme se desvirtuou da obra original, porque o resumo feito aqui na resenha é basicamente o enredo do conto (com exceção do homem no posto de gasolina).
0 +−

Luiz Poleto

Você está aqui: Resenhas Filmes Resenha: Colheita Maldita