Resenha: A Fábula - Cidade dos Desgraçados

(0 votos, média de 0 em 5)

Há algum tempo atrás, comecei a fazer uma série de buscas na internet procurando livros gratuitos em formato digital. Queria conhecer autores brasileiros que escrevessem romances de terror, ao invés de contos. Acabei encontrando os livros do Hugo Máximo em seu próprio site, na época, todos disponíveis para download, e disponibilizados usando a licença Creative Commons. Baixei todos os livros.

O primeiro que li foi este que resenho: “A Fábula – Cidade dos Desgraçados”, basicamente pelo tema abordado. Quando comecei a ler, uma grata surpresa: o livro, ao que me parece, foi todo editorado de forma a prover uma leitura agradável diante da tela de um computador. Fontes grandes, legíveis, e bom espaçamento entre as linhas. A impressão que tenho é que uma quantidade menor de parágrafos em uma página torna a leitura mais agradável. Assim, a leitura fluiu deliciosamente pelas 214 páginas que compõem este livro.

O livro narra a história de um homem, Daniel Barone, que após quinze anos retorna à sua cidade natal, e encontrada uma cidade tomada pelas trevas, aonde os cidadãos, impedidos de deixarem a cidade, acomodaram-se aos estranhos eventos que aconteciam por ali.

Hugo utiliza uma linguagem direta, repleta de componentes visuais – que nos remete diretamente à linguagem cinematográfica. É fácil imaginar as cenas descritas sendo interpretadas na telona. A narrativa é linear, sem grandes pretensões, mas nem por isso ineficiente. A história tem um ritmo rápido e preciso, sem se ater muito a detalhes.

Um fato interessante é o uso da palavra “Fábula” no título. Uma fábula é uma narrativa inverossímil, com fundo didático, e o seu uso pode ter sido proposital, uma vez que a história levanta questão do servilismo causado pelo medo diante de um poder maior, ao mesmo tempo em que demonstra a capacidade humana de superação deste medo.

A Fábula não chega a ser um clássico – e nem tem a pretensão de ser –, mas pode ser lido sem compromisso. É garantia de diversão.O livro pode ser obtido em formato digital gratuitamente no site do autor: http://matrixordinaria.blogspot.com/2007/10/fbula-cidade-dos-desgraados-2001.html

Ficha Técnica:
Hugo Máximo, 2001
Formato Digital (PDF) - 214 páginas.
ISBN: 85-86857-14-9

Comentários   

#3 Luiz Poleto » 29-08-2011 14:06

Gostei muito dos livros dele. Tem um outro, que pretendo resenhar em breve, chamado "Trash", que é divertidíssimo. O livro é uma espécie conto rock-blues-noir interessantíssi mo. ;-)
0 +−

Luiz Poleto

#2 Lino França Jr. » 26-08-2011 11:40

Parece ser bem interessante mesmo. Acabei de baixar o arquivo!! :lol:
0 +−

Lino França Jr.

#1 Tânia Souza » 26-08-2011 03:35

Li já tem algum tempo, baixei no formato gratuito também, mas gostei tanto que resolvi comprar um outro e-book do autor: Procurados Mortos ou Mortos-Vivos. Ainda não li, mas se o nível for o mesmo, vai ser muito legal.
0 +−

Tânia Souza

Você está aqui: Resenhas Livros Resenha: A Fábula - Cidade dos Desgraçados