Clarke

(2 votos, média de 5.00 em 5)

 

 

capa

Clarke

R. Lovato

 


Quando os projetores tridimensionais da Estação Espacial Mundial alertaram ‘ele’ já estava a caminho. Uma pequena ‘estrela’ entre o cinturão de Asteróides e Marte movia-se em alta velocidade em trajetória não elíptica. Mas estrelas não surgem do nada, e muito menos e movem assim.

                É a partir daí que Clarke, obra do autor brasileiro Rafael Lovato, desenvolve sua trama. Em 2074 o presidente do mundo é Andrew Thomas Stevens , e sobre a cabeça deste que cai a responsabilidade de lidar com esta entidade que tão pouco se sabe a respeito, juntamente com o conselho mundial, formado pelas autoridades dos demais países e continentes, e os cientistas da Estação Espacial Mundial.  Contudo, o mundo inteiro se envolve, pois é o destino deste que está em jogo.  Somos também apresentados a um jovem casal, que vive a turras  graças a incompatibilidade de gênios, e uma família aparentemente normal, onde o pai,  dono de uma drogaria, tenta lidar com o estresse do trabalho e de ser o responsável pela pequena filha, e a amada esposa. A vida destes, como de todo o planeta é alterada com a iminente chegada da esfera.        

Em seu desenvolver vai alternando a história do ponto de vista de cada um dos personagens, permitindo uma melhor fluidez da leitura, além de aguçar a curiosidade de quem acompanha os fatos. A remição a informações da cultura geek, nerd, e F.C em geral é outro ponto interessante desta obra que enche os olhos desde a bela capa, até o seu formidável desfecho.

                Podemos dizer que dos ramos da literatura fantástica a ficção cientifica é a que mais espera uma predisposição do leitor, dada muitas vezes a sua complexidade de entendimento e tramas que requerem uma melhor concentração, assim como o a própria simpatia do leitor por este tipo de tramas. Mas ‘Clarke’ consegue vencer este desafio, talvez por colocar pessoas comuns, uma realidade mais próxima ao leitor, acaba por abarcar qualquer tipo de interesse. Assim, agradando tanto aos F.C- maníacos, quanto aos leitores que começam a se aventurar por este tipo de literatura. ‘Clarke’, é, antes de ser uma historia de F.C, uma historia sobre o mundo, sobre pessoas.

A resenha fica só nisso porque cada informação é uma pertinente informação, e este que vos escreve não está disposto a estragar a surpresa e o aperto no coração de ninguém. Leiam, e mais, vivam esta história. 

Você está aqui: Resenhas Livros Clarke